Lisboa

Solar dos presuntos

Solar dos presuntos

Solar dos presuntos

Restaurante Solar dos presuntos

Em Lisboa, tal como noutras cidades que contam com muitos visitantes, existem “templos gastronómicos” que são verdadeiras armadilhas para turistas.

São lugares bem localizados que vivem do passado – da sua história ou de uma personagem – e beneficiam do auxílio dos principais guias turísticos, que os destacam e recomendam recorrendo aos mesmos clichés, anos a fio.

O cliente conhecedor e informado evita-os, mas o turista menos exigente acha ‘very tipical’ e como não tem grande ponto de comparação mostra-se satisfeito ou, no máximo, em caso de embuste mais descarado, encolhe os ombros e segue.

No dia seguinte, novas fornadas de clientes preencherão os mesmos lugares e assim prossegue uma pescadinha de rabo na boca insípida, que nem as redes sociais (que vivem da suposta opinião do utilizador) acautelam por aí além – até porque, não raras vezes, ajudam a amplificar o equívoco.

Porém, há locais que provam que se pode ser bem sucedido junto de clientes habituais e turistas ocasionais, realizando um bom trabalho – mesmo que nem tudo seja a perfeição das parangonas dos ‘trip advisors’. O Solar dos Presuntos, próximo da Praça dos Restauradores, em Lisboa, é um destes bons exemplos.

O local impressiona: são 180 lugares divididos por 3 andares, sempre à cunha.

No rés do chão, onde se destaca uma parte da cozinha à vista e o viveiro de marisco, fica normalmente quem não efectuou reserva (é aqui que encontramos mais estrangeiros). Nos dois pisos superiores, com um ou outro pormenor diferente, a distinção faz-se, principalmente, por se destinarem fumadores (o 3º andar), ou não fumadores (o 2º andar).

Se a gastronomia é o grande atractivo do local, o ambiente e a decoração não ficam atrás.

As obras dos últimos anos deram-lhe um ar mais elegante e contemporâneo, mantendo, como não poderia deixar de ser, a galeria de fotografias e ilustrações de figuras públicas – entre clientes habituais e ilustres de passagem – que forram as paredes das salas.

Não sou adepto do género (normalmente não revela um bom prenúncio) mas confesso que, no caso do Solar dos Presuntos, acho piada, de tão assumido e exagerado que é.

A alma do restaurante é o seu proprietário, Evaristo Cardoso, antigo chef da selecção nacional de futebol e que abriu a casa poucos meses após a revolução de Abril de 74.

Hoje o chef Evaristo ainda marca presença regular, mas já não gere a cozinha no dia a dia, ficando essa função a cargo de José Silva.

Morada: R. das Portas de Santo Antão 150, 1150-269 Lisboa
Telefone: 21 342 4253
Preço médio: 40€
Horários:2F a Sab:12:00h/23:00h (encera aos Domingos e feriados)

Texto publicado originalmente na revista Wine – A Essência do Vinho

Como classifica este Restaurante?

Clique para classificar

Média / 5. Contagem

Sem votos ainda

4 Partilhas

Restaurantes

  • Restaurante Dona Júlia
    Restaurante Dona Júlia Fica situado junto ao Hotel da Falperra e serve a cozinha […]
  • SACRAMENTO DO CHIADO
    Sacramento do Chiado Entre o Chiado e o Largo do Carmo, encontra o restaurante, […]
  • Restaurante Tapabento
    Restaurante Tapabento Entrei numa pequena rua pensando já que estaria enganada no […]
  • Casa da Pedra Cavalgada
    Restaurante da Casa da Pedra Cavalgada Restaurante da Casa da Pedra Cavalgada Um […]
  • Choupal dos Melros
    Restaurante Choupal dos Melros Neste restaurante reina a tradição da boa comida, […]
  • Restaurante Zen House
    Restaurante Zen House Restaurante com decoração temática e com um ambiente […]
  • anjo verde
    Restaurante Vegetariano Anjo Verde Inaugurado a 19 de Dezembro de 2005, O anjo Verde […]
  • Zé das Iscas
    Restaurante Zé das Iscas O restaurante simples também funciona como petisqueira e […]

Receitas deliciosas